Leitura: 3 min

Conheça as principais tendências do mercado imobiliário para 2019

De maneira geral, as movimentações do setor imobiliário sempre foram um termômetro para avaliar a economia brasileira. Não é à toa que nos últimos anos, com o agravamento da crise, as tendências do mercado imobiliário foram uma das que mais sofreram quedas, demonstrando que algo estava errado com o nosso mercado.

Porém, isso são águas passadas, as previsões para esse setor não poderiam estar melhores e, por isso, a estimativa é que neste ano ocorra uma retomada do crescimento no mercado.

Para esclarecer melhor as novidades dessa área resolvemos listar quais serão as principais tendências do mercado imobiliário em 2019. Confira!

Como está o mercado atual?

Quando analisamos o setor imobiliário atual, há algumas informações importantes. Primeiro, no momento as negociações estão muito mais favoráveis para o locatário ou comprador, já que o setor ainda está se recuperando. Porém, a perspectiva é que a partir deste ano se inicie um movimento de inversão à favor do locador ou vendedor, passando a ter mais vantagem na hora de negociar, frente ao aumento da procura por imóveis.

É provável que essa melhora aconteça, uma vez que ano passado a economia voltou a crescer e, consequentemente, mais pessoas estão procurando por imóveis. Outro ponto é que havia pouca oferta de novos empreendimentos, já que devido à recessão as construtoras passaram a ter menos projetos. Com isso, as vendas do setorconseguiu crescer, de acordo com Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), consideráveis 23% no terceiro trimestre de 2018, comparado ao mesmo período de 2017, mostrando que agora é uma boa oportunidade de investimento.

Quais são as tendências do mercado imobiliário para o ano de 2019?

Agora que sabemos como o mercado está, vamos conhecer quais são as previsões para 2019. Confira!

Aumento da oferta de crédito

Especialmente para o financiamento imobiliário, a estimativa é que aconteça um aumento da oferta de crédito, ainda mais com a redução da taxa de juros e o otimismo das pessoas em relação à economia. Soma-se a isso a possibilidade de que os bancos e financiadoras forneçam mais acesso às linhas de crédito, o que aumentará o nível de operações nesse mercado. Segundo projeções do Banco Central, o aumento da oferta de crédito deve ser em torno de 6,0% em 2019. Só no terceiro trimestre de 2018, o saldo de crédito aumentou 1,5% em relação ao trimestre anterior.

Crescimento do setor

Em 2018, o aumento de vendas de unidades habitacionais em São Paulo já tinha chegado a 24,6% de acordo com o Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP. Esse é um bom indicativo que o setor crescerá mais ao longo do ano. Mesmo que a pesquisa seja só restrita a São Paulo, esse aumento tende a se estender para outros lugares do Brasil.

Baixos juros

Pois é, desde 2017 o setor de imóveis residenciais tem se recuperado, chegando a crescer 22,2% neste ano, e deve seguir a mesma tendência em 2019. Isso se deve, é claro, à diminuição da inflação e à queda de juros do setor. Esta última é uma tendência que deve permanecer, pois ao longo do ano passado os juros ficaram em 6,5%, um valor muito diferente de 2015, em que as taxas estavam no patamar de 14%. Com juros menores, há uma maior facilidade em se contrair financiamentos – estimulando a compra de novas unidades – e realizar investimentos – estimulando a construção de novos empreendimentos.

Queda de preços

Os preços dos imóveis vêm caindo há 2 anos e isso é um movimento que tende a continuar. De acordo com o Índice FipeZap, o preço da venda dos empreendimentos residenciais em 20 cidades já teve uma redução nominal de 0,21% em 2018, percentual que, se considerado a inflação, corresponde a uma queda real de 3,76%. Assim, é notável que os preços permanecem atrativos para que mais pessoas procurem imóveis, propiciando um maior crescimento do mercado imobiliário em 2019.

Temos certeza que este texto esclareceu sobre as tendências do mercado imobiliário e como há uma grande expectativa para que esse mercado cresça este ano, ele se torna uma ótima oportunidade de investimento.

Quer se aprofundar mais sobre este assunto? Então acesse o nosso texto sobre as tendências imobiliárias de Goiânia!  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários
    Rolar para cima