Leitura: 2 min

Você sabe como avaliar um FII (Fundo de Investimento Imobiliário)?

Você sabe como avaliar um FII? Nos últimos meses, esse tipo de investimento vem ganhando muita importância no mercado. Apesar de existirem muitos mitos sobre fundos imobiliários, eles têm crescido exponencialmente, graças à recuperação do ânimo dos investidores no Brasil.

Apesar de todo o sucesso, algumas pessoas podem ter perdas ao aplicar nessa modalidade. A causa disso é, sem dúvidas, a falta de conhecimento sobre o assunto e a dificuldade em conseguir avaliar um FII.

Neste artigo, mostraremos um pouco mais sobre essa modalidade de investimentos e como você pode fazer a análise deles. Acompanhe!

Quais são os benefícios dos fundos imobiliários?

Os fundos imobiliários são aplicações financeiras que proporcionam uma série de vantagens para um investidor. Além do grande crescimento que eles tiveram nos últimos anos, possibilitam o investimento em grandes empreendimentos com um aporte inicial relativamente baixo.

Além disso, os FIIs oferecem isenção de imposto de renda sobre os dividendos recebidos por pessoa física, o que possibilita que seus ganhos sejam maiores. Por falar nisso, a rentabilidade dos fundos de investimento pode ser extremamente vantajosa, se comparada a outras aplicações, como as de renda fixa.

Como avaliar um FII?

Para escolher o FII ideal, é necessário que você saiba avaliar alguns pontos e características que eles têm. Mostraremos cada uma delas nos próximos tópicos.

Cotas

As cotas são a representação do patrimônio total de um fundo imobiliário e representam a menor fração pela qual o investidor pode adquirir participação no fundo.  Elas se diferenciam entre cotas de mercado e cotas patrimonais. As primeiras são resultado do preço negociado pelos investidores na bolsa de valores, ao passo que as segundas evidenciam o valor dos ativos investidos pelo fundo de acordo com empresas especializadas em avaliação de bens. Para conseguir verificar o preço e a quantidade de cotas de um fundo, o investidor precisa ter acesso aos informes periódicos, que são publicados no site da Bolsa de Valores.

Cap Rate

Cap Rate é a abreviação de Capitalization Rate. Ela é uma métrica que serve para representar o percentual de retorno implícito de um ativo imobiliário. Avaliar esse critério é fundamental para que o investidor verifique os retornos que o empreendimento pode proporcionar no portfólio do fundo.

Dividend Yeld

Dividend Yeld é um indicador que demonstra a capacidade que um fundo imobiliário tem de gerar fluxos de pagamentos mensais a um investidor. Sendo assim, é crucial saber avaliar o DY — como também é conhecido — antes de adquiri-lo. Isso demonstra ao interessado quanto o fundo está pagando de retorno, possibilitando a ele verificar se o valor é adequado.

Essa métrica não pode ser avaliada isoladamente, tampouco, ser a única analisada. Isso porque muitos fundos têm DY altíssimos, mas sem consistência ou, ainda, passam pelo prazo de Renda Garantida quando os retornos são maiores, porém, com prazos para encerrarem.

Vacância

Por fim, temos a vacância, que é considerada como um dos dados mais importantes dos FIIs. Esse indicador está diretamente ligado à qualidade do ativo imobiliário, bem como influencia a capacidade que o fundo tem de pagar rendimentos maiores ou menores.

Agora que você já sabe como avaliar um FII e todas as vantagens que ele pode proporcionar a um investidor, não perca mais tempo! Procure alguns tipos para que você possa aplicar o que aprendeu com esta leitura.

Se você quiser saber mais sobre o assunto, convidamos a entrar em contato conosco. Nossa equipe está pronta para atender você e ouvir todas as suas necessidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários
    Rolar para cima