Leitura: 3 min

Confira as vantagens e desvantagens de investir em renda variável

Se você deseja construir um bom patrimônio para a família e reduzir o ritmo de trabalho, sabe o quanto é importante investir. Mas onde, exatamente, aplicar o seu dinheiro? Existem diversas opções e a renda variável é uma alternativa que se destaca.

Com a queda da taxa de juros e a boa perspectiva de crescimento econômico do país, ela passa a ser mais atrativa do que outros tipos de investimentos, como o de renda fixa.

Então, nada melhor do que ter conhecimento e fazer boas escolhas para o futuro, concorda? Continue a leitura e entenda o que é renda variável e suas principais vantagens e desvantagens!

Afinal, o que é renda variável?

De forma simplificada, trata-se de um tipo de investimento definido como mais arriscado, pois, como o próprio nome já diz, o rendimento que será obtido não é fixo. Ou seja, é ideal para quem pretende ser um investidor mais arrojado.

Por conta desse risco, os resultados podem ser maiores do que os proporcionados pela renda fixa, especialmente diante de um cenário de juros baixos como o atual.

Ações, derivativos e câmbio são alguns exemplos de renda variável. Apenas vale ressaltar que alguns são podem ser considerados mais seguros, como é o caso dos fundos imobiliários, que geram renda recorrente e estão atrelados diretamente a empreendimentos imobiliários.

Depois de entender mais sobre o conceito, ainda é preciso compreender que, como qualquer outro tipo de investimento, ela tem vantagens e desvantagens.

Conheça 3 desvantagens da renda variável

1. É volátil

Uma das desvantagens da renda variável é o fato de ela ser volátil. Isso significa que, por conta da variação de seus preços em um período, por vezes, muito curto, o retorno pode ser difícil de prever e, inclusive, causar prejuízos temporários ou definitivos.

Assim, torna-se necessário ter bastante conhecimento para atuar nessa área, o que pode ser facilitado ao contar com os serviços especializados de uma gestora de investimentos.

2. Tem riscos

Na maioria das vezes, o risco de se investir em renda variável é alto. Então, tenha atenção antes de aplicar o seu dinheiro e entenda bem quais as condições envolvidas, pois talvez o retorno não seja o esperado.

Inclusive, deve-se ter em mente que bons retornos obtidos no passado não são garantias de que eles se manterão no futuro, evidenciando a necessidade de sempre acompanhar seus investimentos e o contexto no qual ele está inserido, seja ele o cenário econômico nacional, a gestão da empresa a qual está atrelado ou até mesmo a perspectiva dos demais investidores.

3. Envolve custos

Outro aspecto que pode ser pouco vantajoso é com relação aos custos. O investidor precisa se informar sobre o pagamento de taxas por conta das operações financeiras e do Imposto de Renda.

Ao operar através de uma corretora, deve-se estar atento a taxas como corretagem, custódia e emolumentos, por exemplo. No caso de fundos de investimento, é importante conhecer qual a taxa de administração e, se houver, a taxa de performance.

Além disso, na renda variável, é comum que a declaração e pagamento do Imposto de Renda seja feito pelo próprio investidor, ao se desfazer de determinado ativo, o que exige atenção para que não haja complicações indesejáveis com a Receita Federal.

Saiba quais são as 3 vantagens da renda variável

1. Rentabilidade pode ser maior

Se, por um lado, a renda variável tem maior volatilidade, por outro, a possibilidade de ter um bom rendimento e ganhar mais dinheiro é considerável. Aliás, o retorno pode superar as expectativas e ser obtido em menos tempo, quando comparado à renda fixa.

2. Tem mais opções

Outro aspecto positivo é o fato de que o investidor tem mais opções disponíveis, que vão desde ações de diversas empresas listadas na Bolsa de Valores, passando por fundos imobiliários em diversos segmentos de atuação, câmbio e commodities. Vale lembrar que é importante que o produto esteja de acordo com o seu perfil de investidor.

3. Apresenta facilidade para investir

Com o avanço da tecnologia, existe uma grande facilidade para investir em renda variável. Você pode administrar na comodidade da sua casa e no horário que desejar, pelo próprio computador, notebook e até celular.

Se optar por um fundo de investimento, isso ainda fica mais simples e efetivo, pois você conta com uma gestora de investimentos responsável pelo trabalho de selecionar e investir nos ativos, de acordo com a política de investimento específica do fundo.

Sem dúvidas, é fundamental você saber todas as informações antes de tomar uma decisão e, efetivamente, investir. Além disso, prepare-se bem, defina exatamente suas expectativas e, claro, utilize um valor que não vá comprometer o seu orçamento.

Agora que você já sabe mais sobre renda variável e as suas principais vantagens e desvantagens, aproveite para conferir o artigo em que desvendamos os 5 mitos sobre o mercado de investimento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários
    Rolar para cima